segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

A tendência da estação.

O serviço de metereologia do joelho esquerdo mandou avisar que há previsão de pancadas de chuva no final da tarde, mas que o dia vai estar claro; e usando de toda a dramaticidade do mais alto nível que eu consigo expressar; com um sol daqueles de elevar a temperatura dos gélidos corações. Então veranear parece certo e o azul do céu é tão forte e tão bonito que seria inaceitável deixar qualquer ponta de tristeza cutucar. Aquela que incessante vinha tentando fazer estragos de dimensões de terremotos de 9,5 na escala Richter. Hoje não. É verão e no calor que faz eu já perco água e cloreto de sódio demais do corpo, isso só de suor; qualquer lágrima teimosa em rolar ainda me leva a um sério quadro de desidratação.

7 comentários:

  1. Isso faz sentido sim. Eu não consigo chorar qdo tô com calor eheheh

    ResponderExcluir
  2. Nesses dias de calor me dá preguiça de tudo, até de ficar triste.


    (Pensei que fosse você na foto, tive que ampliar pra ver que não era. Mas é que estou meio cego por causa das lentes.)

    ResponderExcluir
  3. sabe que eu nao tinha pensado nisso? haa.
    realmente, nao ta dando tempo pra ficar triste.
    ;))

    éam, eu tambem achei que era voce quando vi a foto! haha. nao é mesmo? ^^

    ;*

    ResponderExcluir
  4. Veranear parece bom e chorar, nem tanto, porque as lágrimas esorrem pro pescoço e vira uma coisa meio agoniante.

    Lindos texto e foto, Joycita.
    Tiops você, assim. :)

    ResponderExcluir
  5. Po, curti mt seu texto. De verdade. Mesmo esse calor sufocante vc soube brincar cmo as palavras suficiente a ponto de não nos deixar passando mal de calor, que é basicamente o que SP tá fazendo cmigo agora ;P

    Obrigada pelo comentário e volte mesmo no meu blog, vou curtir =)

    ResponderExcluir
  6. Amei teu texto. Simples, bonito e cheio de significados.

    ResponderExcluir

Você acaba de ganhar um vale-pitaco!