terça-feira, 24 de março de 2015

O dia em que desperdicei uma estrela cadente.


Ontem a noite, dirigindo de volta para casa eu vi uma estrela cadente. 
Mesmo com toda luz da cidade, ela "caiu" bem na minha frente, como um presente, incisiva e desperada por um pedido a ser realizado. 
Eu fiquei ali parada, (se pudesse me ver, com certeza não me surpreenderia estar com cara de boba) pensando "puxa uma estrela cadente", e não fiz absolutamente nada. Só fui invadida de uma paz, como se aquilo fosse um jeito do universo me dizer que tudo ficaria bem. 
Não que eu esteja cobrando, porque eu fui incapaz de pedir, mas já que você estava assim dando sopa, se por acaso rolar de ajeitar um pouco as coisas eu agradeço dona estrela cadente.




2 comentários:

  1. Encantada com as suas palavras e seu cantinho!
    Voltarei sempre!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Você acaba de ganhar um vale-pitaco!